O Desenvolvimento Rural é um foco de preocupação de muitos instituições e governos. As maiores necessidades destas instituições são estudos de inventário de recursos naturais (estudos de impacto ambiental, RIMAs), ordenamento do território (assentamentos rurais, demarcação, desapropriações, regularização fundiária), monitoramento ambiental, e outros trabalhos indispensáveis ao planejamento, acompanhamento e avaliação do desenvolvimento sócio-econômico sustentado do espaço rural.

O maior desafio para os governantes é identificar atividades econômicas rentáveis e competitivas para aumentar a renda e gerarem empregos produtivos para a mão-de-obra desempregada ou sub-utilizada do quadro rural.

A necessidade de produzir mais e de realizar a modernização do setor, contudo, somente serão alcançadas com a vontade dos habitantes do meio rural de se associarem à política governamental e de se encarregarem do seu próprio desenvolvimento.

A experiência histórica internacional mostra que a execução de uma tarefa dessa necessita de investimentos em infra-estrutura básicas de água, habitação e serviços sociais de saúde e educação. A estratégia bem sucedida de desenvolvimento rural carece de organização institucional e de participação da população beneficiada na discussão de suas próprias prioridades

A Cartografia do meio Rural soma-se a estas necessidades e traz às instituições o embasamento espacial para o planejamento e projeto dos vários empreendimentos de desenvolvimento comunitário e sustentabilidade ambiental.

Assim, contribuímos com:

Cadastros Multifinalitários para:

Serviços Especiais de Infra-Estrutura de: