A ESTEIO foi contratada pela empresa VALE (Companhia Vale do Rio Doce) para executar serviços de levantamento topográfico, aéreo, a laser, da faixa necessária para a elaboração de projetos dos Programas Serra Sul e Serra Leste, ambos localizados no Complexo Mineral de Carajás, Municípios de Canaã dos Carajás e Curionópolis, Estado do Pará.

As áreas de interesse do projeto Serra Sul situam-se na região da floresta amazônica, aproximadamente entre os paralelos 49° 53′ Oeste e 50° 34′ Oeste e segundo a VALE, este será o maior projeto de minério de ferro do mundo e terá capacidade de produção de 90 Mtpa.

A região tem predominância de clima quente, tropical úmido, com estação seca correspondente aos meses de junho, julho e agosto, quando a precipitação média mensal é da ordem de 27 mm, o que por si só, já demonstra o tipo de dificuldade para realização de atividades de aerolevantementos. Para efeito de maior ilustração, vale citar que o trimestre mais chuvoso ocorre nos meses de janeiro, fevereiro e março, com precipitação média mensal de 329 mm. A precipitação média anual é da ordem de 2.062 mm. A temperatura média anual é de 26°C, com temperatura máxima absoluta em torno de 40°C.

O levantamento objeto desta contratação, complementa coberturas já realizadas pela ESTEIO em novembro de 2004 e dezembro de 2007 para o Programa Serra Sul, cujos resultados representaram plantas com curvas de nível de metro em metro.

Destacamos então neste texto, detalhes do terceiro serviço que a ESTEIO executa para a VALE nesta região observando que para atender os requisitos de obtenção de dados cartográficos para o projeto Serra Sul – Mina/Usina, a ESTEIO evidencia mais uma vez o uso da tecnologia de Perfilamento LASER através do sensor ALS 50 II da Leica para 09 (nove) áreas que totalizam 1.133,77 km².

Identificação Área (km²) Localização / Município

Área 01

23,50

Canaã Dos Carajás /PA

Área 02

31,33

Canaã Dos Carajás e Parauapebas /PA

Área 03

40,60

Canaã Dos Carajás /PA

Área 04

327,29

Canaã Dos Carajás e Água Azul do Norte /PA

Área 05

264,65

Parauapebas, Curionópolis e Marabá /PA

Área 06

239,52

Parauapebas, Curionópolis /PA

Área 07

49,60

Canaã dos Carajás e Parauapebas

Área 08

49,36

Marabá /PA

Área 09

37,92

Itupiranga e Nova Ipixuna /PA

Planejamento das atividades

Para a efetivação do planejamento geral dos trabalhos em áreas desta natureza, bem como para execução dos levantamentos, é essencial ter-se à disposição os dados geodésicos e cartográficos referentes à área de trabalho. Observe-se ainda que além do material que a empresa já possui a respeito da região, novos dados são coletados para compor os trabalhos.

Nesta fase são elaborados detalhes das rotinas de trabalho técnico e administrativo, com base no conhecimento e experiencia da empresa, considerando principalmente trabalhos similares já realizados.

Serviços

Perfilamento a LASER aerotransportado, seu processamento, cobertura aerofotogramétrica na escala nominal 1:30.000 colorida, apoio fotogramétrico obtido do perfilamento LASER e aerotriangulação, são etapas previstas para o desenvolvimento dos processos visando apresentação dos produtos listados acima, considerando total observação da Normatização para Dados Geográficos e Sistema de Informação Geográfica (SIG) do Departamento de Gestão Ambiental e Territorial – DIAT – da VALE.

Mapeamento LASER

As principais etapas do mapeamento LASER relacionado ao presente trabalho, podem ser observadas aqui.

O levantamento planejado tem origem, principalmente no planejamento de faixas de cobertura LASER e determina sua captura (coleta), gravação e descarga dos dados dos arquivos para processamento posterior.

O processamento dos dados levantados, feito na sede da empresa em Curitiba, apresenta como resultado uma nuvem de pontos que caracteriza o DEM (Modelo de Elevação do Terreno) que abrange a totalidade de pontos levantados. As coordenadas destes pontos são calculadas inicialmente no sistema WGS-84 e posteriormente são convertidas para o DATUM próprio da VALE, conforme recomendação do cliente.

Os produtos gerados a partir deste levantamento são as imagens de composição LASER e as curvas de nível com equidistância de 1 m.

Foto-Mosaico (ortofotos)

Os foto-mosaicos gerados na escala 1:5.000, articulados em folhas de aproximadamente 7 km², abrangendo as áreas objeto do contrato, são produtos incluidos no processo obdecendo as precisões cartográficas relacionadas a ortofotocartas .

A retificação das fotografias estão vinculadas ao processamento de imagens através de programas computacionais específicos.

Para geração dos foto-mosaicos é utilizado sistema que possui funções necessárias ao tratamento da imagem e obtenção do produto. Dentre estas funções destacamos: – Orientação das imagens; – geração de DTM por correlação; – importação de DTM; – ortorretificação (tratamento geométrico); – mosaicagem.

Mapas em escala 1:5000

Mapas em escala 1:5.000 são gerados a partir dos elementos obtidos do perfilamento LASER, dos foto-mosaicos (ortofotos) e outros documentos cartográficos e geodésicos existentes.

Os mapas 1:5.000 são compostos de folhas abrangendo cerca de 7 km² cada e contemplam os seguintes elementos: