Estudo de Viabilidade

A CVRD – Companhia Vale do Rio Doce – vem elaborando Estudos de Viabilidade objetivando a implantação do Projeto Salobo, localizado no município de Marabá-PA.

Este projeto visa o aproveitamento econômico do minério sulfetado de cobre, via um processo de concentração do minério por flotação.

A SMSA – Salobo Metais S.A., empresa do grupo CVRD, contratou a empresa FLUOR/JP para elaborar o Estudo de Viabilidade Final com uma precisão nos trabalhos de engenharia compatível com os resultados esperados em um região com densidade florestal elevada.

Engenharia Básica

A engenharia básica a ser realizada contemplará os seguintes serviços:

Mapeamento Realizado

Para atender os requisitos de obtenção de dados cartográficos, a ESTEIO utilizou a tecnologia de Perfilamento LASER com uso do equipamento ALTM – Airborne Laser Terrain Mapper da Optech Inc.

Com esta tecnologia foram executados serviços na futura região de mineração, na estrada de acesso ao projeto e nas LT’s existentes.

Foram realizados cerca de 1.290 km de faixas de perfilamento a LASER com obtenção de plantas hipsométricas na escala 1:5.000 e curvas de nível com equidistância de 5 m totalizando uma área coberta de mais de 280 km².

Face às condições atmosféricas parte do levantamento foi realizado em período noturno. O período noturno para o perfilamento a LASER foi utilizado com anuência do contratante face a urgência em obter os dados de elevação da região do projeto Salobo.

Nos voos diurnos foram resgatadas as imagens de vídeo do sistema, compondo um dos produtos de entrega que corresponde aos vídeos em DVD das coberturas realizadas.

Características

A região de trabalho apresentava uma densidade de cobertura vegetal muito grande além de dificuldade de acesso por via terrestre, principalmente no estado do Pará.

A instalação de pontos GPS para atuar na correção diferencial dos dados LASER na região do Pará foi dificultada por este motivo além das restrições locais de abertura de clareiras.

A altura de voo para o Perfilamento a LASER foi de 1.000 m com uma respectiva largura de varredura LASER de 320 m (ângulo de abertura de 9°). Este levantamento foi planejado para permitir um espaçamento de pontos no terreno na ordem de 1 m.

Com o processamento dos dados foi observado um taxa de penetração dos pulsos LASER nos vazios da vegetação de cerca de 20%, mas sem garantia que estes pulsos tenham atingido o solo devido a densidade da vegetação nestas regiões.

Com a informação dos arquivos processados (coordenadas E,N,h) dos pontos levantados e com o uso do programa ERMAPPER e da sua ferramenta GRIDING WIZARD, foram geradas imagens hipsométricas nas quais a diferença de cota é apresentada na forma de diferença de tonalidade.

Todo o levantamento realizado derivou uma imagem de vídeo em S-VHS, com exceção para os voos realizados no período noturno.

As imagens S-VHS foram processadas em sua radiometria e mosaicadas, formando um sub-produto de imagem ao qual foi superposta a altimetria derivada do perfilamento a LASER.

Com o arquivo de pontos sobre o terreno (MDT – Modelo Digital de Terreno) e com o programa Socet Set e sua ferramenta de importação e manipulação de modelos digitais e algoritmos de suavização, as curvas de nível com equidistância de 5 metros foram obtidas dentro da área de interesse do serviço.

Estes produtos representam a exigência de informação cartográfica para subsidiar os Estudos de Viabilidade Final e a Engenharia do projeto Salobo. Eles caracterizam uma etapa importante do Inventário, uma vez que trazem riqueza de informação de locais com dificuldade de acesso, ausência de informação, com restrições ambientais em um tempo exíguo.

Produtos