Os levantamentos planialtimétricos visam determinar as coordenadas de pontos da superfície do terreno, a partir de uma origem pré-definida, um geóide ou um elipsóide. Os levantamentos planimétricos são efetuados com equipamentos GNSS (Global Navigation Satellite Systems) e equipamentos topográficos (estação total), enquanto que os levantamentos altimétricos são realizados com níveis eletrônicos.

Nos trabalhos aerofotogramétricos geralmente os serviços se dividem em poligonal principal / básica e apoio suplementar. O primeiro é utilizado para o transporte das coordenadas de uma rede já implantada, seja ela nacional, estadual ou privada. O segundo é utilizado para a partir do primeiro, densificar a quantidade de pontos necessários para os trabalhos de aerotriangulação conforme a escala de voo.

As precisões dos levantamentos serão definidas em função da escala do produto final e das técnicas de levantamento, e que poderá variar de acordo ao modelo de equipamento utilizado.

Todos os equipamentos possuem um certificado de aferição, os quais são emitidos pelos laboratórios credenciados das fabricantes do equipamento ou por departamentos de entidades de ensino especializadas na área.

Os processos de levantamento possuem instrução específica de serviço e mantém um controle de qualidade desde o momento do levantamento até o processamento final dos dados.

Os levantamentos que não estão voltados para a aerofotogrametria são realizados de acordo às especificações do contratante, seja um simples transporte de coordenadas até a determinação de uma rede de alta precisão.

A materialização deve ser estável no terreno, em local de pouca circulação, protegido e se possível com uma identificação através de uma chapeta metálica.

Artigos Relacionados