Introdução

Um projeto dutoviário reúne uma gama de documentos para caracterização de um sistema de transporte de óleo & gás. O custo de implantação de uma malha dutoviária é elevado, mas é uma alternativa considerada economicamente viável para o abastecimento contínuo de matriz energética, pois permite rapidez na comunicação entre os pontos de entrega e segurança no transporte.

Histórico

A história do transporte dutoviário no Brasil teve início com o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), criado em 29 de abril de 1938 pelo presidente Getúlio Vargas. Os estudos para ligar Santos a São Paulo por meio de dutos aconteceram entre 1926 e 1933, e em1946, começou o anteprojeto dos oleodutos entre estas cidades e extensão até Campinas.

As décadas de 40 e 50 foram de construção de terminais e refinarias nas regiões sul, sudeste e nordeste e com a criação da PETROBRAS em 1953, o transporte de derivados por dutos foi intensificado com implantação de faixas na região de produção da Bahia.

Desta época até hoje, com o crescente consumo da energia elétrica e o risco de “apagões”, a malha dutoviária brasileira continua em expansão, com implantação de novas faixas até na Amazônia para o escoamento de hidrocarbonetos na maior floresta tropical do planeta.

Cartografia para Implantação e Gerenciamento de Dutos

Os serviços de Cartografia nesta área tem o propósito de realizar estudos e operações técnico-científicas para a representação do terreno e seu meio ambiente, baseado nos resultados de observações diretas ou de análise de documentação, visando a elaboração e preparação de cartas, projetos e outras formas de expressão, para suporte aos processos subsequente, mais notadamente, a construção do empreendimento.

Os principais produtos elaborados em Cartografia para Dutos são:

Artigos Relacionados